Iberostar Bahia

Nossa primeira dúvida antes de viajar:

Iberostar Praia do Forte ou Iberostar Bahia?
Optamos pelo Iberostar Bahia. Amamos!

O hotel é muito lindo, enorme (sao 3 blocos com 200 quartos cada) , sistema all inclusive e pé-na-areia .

Entrada Iberostar Bahia
Entrada Iberostar Bahia
Hall de entrada
Hall de entrada
Um pedacinho do resort
Um pedacinho do resort
Outro cantinho do Iberostar Bahia
Outro cantinho do Iberostar Bahia

 

 

Os quartos do hotel sao enormes e a maioria tem vista para o jardim ou piscina. Nāo há elevadores. Sāo 3 andares.

Nosso quarto
Nosso quarto

 

Foi nos oferecido apartamento com vista para o mar e aceitamos.
Claro que cobraram a mais. Mas, valeu a pena! Fica muito pertinho da praia e a vista é linda, além do som das ondas do mar… Fica a dica, portanto, de se puder, optar para os quartos com vista do mar (suite Junior vista mar)!!!

Vista da varanda do quarto
Vista da varanda do quarto
Nascer da lua, vista da varanda
Nascer da lua, vista da varanda

 

A alimentação é excelente! Bastante variada e farta! Há vários restaurantes e quiosques espalhados pelo complexo!
E há também os restaurantes tematicos. No francês criança nāo entra.
Tente agendar o japonês para o dia que nāo tiver comida japonesa no restaurante principal que tem mais opçoes de sushis, etc.

Restaurante Meu Rei
Restaurante Meu Rei
Restaurante
Restaurante
Restaurante
Restaurante
Peti Gateau
Peti Gateau
Restaurante Japonês
Restaurante Japonês
Comida japonesa
Comida japonesa
Sobremesa no restaurante Japonês
Sobremesa no restaurante Japonês

 

Shows noturnos acontecem todas as noites de 22 às 23 hrs e sāo muito bons!

Show Iberostar Bahia
Show Iberostar Bahia
Show Iberostar Bahia
Show Iberostar Bahia

 

Há um SPA muito lindo, que é comum aos dois hoteis e é pago a parte, exceto para que está no quarto vista do mar (suite Junior vista mar).

 

A praia é linda, com coqueiros e ondas fortes.

Praia na frente de nosso quarto (bloco 3)
Praia na frente de nosso quarto (bloco 3)

 

O hotel fica a 3.5 km da vila da Praia do Forte, onde está o Projeto Tamar.

A dica para a caminhada é observar a tábua de maré, para se evitar a caminhada na maré cheia. Meu filho de 8 anos fez o trajeto a pé super feliz! E ainda avistamos tartarugas marinhas nadando nas ondas claras!

E para a volta, devido a maré, voltamos de taxi (10 km) da vila até o hotel e pagamos 40 reais

Indo para a vila
Indo para a vila

 

Chegando, na vila, pela praia
Chegando, na vila, pela praia
Vila, entrada do Projeto Tamar
Vila, entrada do Projeto Tamar
Vista da vila
Vista da vila
Piscinas naturais
Piscinas naturais

 

A unica coisa que fiquei decepcionada foi com a limpeza da praia em frente ao hotel!

Por ser um área de preservaçao de tartarugas marinhas, deveriam ter um cuidado redobrado com a limpeza da praia! E funcionários há para isto, e muitos!

Sujeira na praia
Sujeira na praia

 

No mais, nossa estadia de 7 dias foi perfeita!! Hotel lindo, praia linda e serviços perfeitos!

Ótimo para quem quer descansar ou para quem quer um pouco de agito também!!

 

Telma

 

Praia de Bombinhas

 

bombinhas1
Praia de Bombinhas

 

A praia de Bombinhas, que fica no município com o mesmo nome em Santa Catarina, está a uns 70 km do aeroporto de Navegantes e a igual distância do aeroporto de Florianópolis.

Nas ruas se fala português e espanhol. Você encontra até garçom que não fala português. Nas praias o chimarrão está presente na maior parte das barracas.

Apesar de muito conhecida da região Sul, nas demais regiões do país não se pode dizer o mesmo.

A cidade de Bombinhas está dentro de uma reserva ambiental com praias urbanas e “selvagens”. Duas praias urbanas se destacam: a praia de Bombas e a de Bombinhas. A areia é “fofa” e em fevereiro a água estava muito limpa e morna.

Várias são as opções para o passeio de barco ou passeios pela floresta na reserva ambiental.

 

Praia de Bombinhas
Praia de Bombinhas

 

Para se hospedar a minha recomendação é a Pousada Vila do Farol, que fica na praia de Bombinhas. A atenção dos funcionários é total e, se tiver chovendo, a piscina térmica é grande e quente. O serviço de praia também é eficiente.

A maioria dos hotéis e pousadas fica na praia de Bombinhas, mas existem opções mais baratas e em praias interessantes, como em Zimbros.

 

Praia de Bombinhas
Praia de Bombinhas

Evite os hotéis tipo “all incluse”.

São vários os restaurantes. Entre eles dois se destacam: o Berro d’Água e a Casa da Lagosta. Pela qualidade da comida, o preço não é ruim.

Não deixe de degustar um vinho catarinense, da cidade de São Joaquim, da Villa Francioni no restaurante Trattoria Pastine.

Para os mais econômicos existem vários restaurantes, com preço fixo, oferecendo rodízios (no mesmo restaurante) de pizza, churrasco, frutos do mar e outras coisas.

É um povo alegre, com música em bares e restaurantes. Diferente do que vemos no restante do Brasil, o número de vendedores ambulantes na praia é pequeno e a sensação é de segurança.

O ponto de atenção é o tráfego. Na alta temporada e nos horários de pico, esteja preparado para andar a pé. É muito mais rápido.

 

André

 

Vinícolas na Serra Gaúcha

Vale dos vinhedos
Vale dos vinhedos

Mais uma dica, um passeio no Vale dos Vinhedos, que fica em Bento Gonçalves. Para quem gosta de vinho, um lugar bem interessante. Já estive lá duas vezes, e nesta última pude constatar um maior profissionalização. Programa para dormir uma noite no Vale. Minha dica é o hotel que fica próximo a Vinícola Casa Valduga.

Vale dos vinhedos
Vale dos vinhedos

Nas grandes vinícolas você pode até fazer um curso rápido de degustação e a profissionalização é grande, mas nas pequenas, se der sorte, pode até ser recebido pelo dono da vinícola. O melhor é visitar as grandes e pequenas.

Por exemplo, na Dom Laurindo, uma pequena vinícola, você poderá experimentar diferentes tipos de vinho e, quem não conhece, começa a diferenciar o tipo de uva.

Os queijos da região são também muito bons.

Não deixe de almoçar no restaurante Maria Valduga, que fica dentro da vinícola.

Vale dos vinhedos
Vale dos vinhedos

Os espumantes produzidos na região são muito bons e devem ser abertos com um sabre, sim, aquele que parece com uma espada.

O Vale dos Vinhedos está também próximo de Gramado, mas evite ir e voltar no mesmo dia. Ou você não irá degustar os vinhos, ou irá dirigi alcoolizado na volta.

 

Vale dos vinhedos
Vale dos vinhedos

Atualização:

Voltei ao Vale dos Vinhedos e gostaria de registrar duas surpresas agradáveis.

A primeira da Vinícola Lídio Carraro. Eles desenvolveram uma proposta bastante interessante. O envelhecimento do vinho não é feito nos toneis de carvalho e sim na própria garrafa. Assim o gosto do vinho não sofre nenhuma influência externa. Eu degustei um Merlot 2005 e gostei.

A segunda surpresa é a vinícola Almaunica, também com uma proposta de vinhos exclusivos.

A produção de vinhos exclusivos e com diferentes “cortes” está crescendo e mostra a tentativa de melhorar a qualidade dos nossos vinhos.

 

André

 

Fortaleza e Cumbuco

Cumbuco
Cumbuco

A primeira vez que fui a Fortaleza, confesso que fiquei decepcionado com a cidade. Fiquei na região da praia do Meireles e Iracema.

Fiz alguns passeios nas praias do leste, ou sul, como costumam falar (prainha, iguape e morro branco), estas muito bonitas. Fui até Canoa Quebrada. Mas uma coisa é passear, outra é ficar hospedado.

Depois fiquei duas vezes hospedado na região da praia do futuro, ai sim, gostei da cidade. E ai vai uma boa dica, fique na barraca Crocobeach, uma das melhores do nordeste.

A cidade possui bons restaurantes, recomendo dois: o Vojnilo e o Colher de Pau. Uma terceira sugestão, um pouco mais distante é o Coco Bambu.

Mas a dica mais importante é outra, a oeste, ou ao norte como eles falam, está a região do Cumbuco (http://www.portalcumbuco.com.br). É uma região muito bonita e não sei por que, ficou muito tempo esquecida. O contraste entre o branco das dunas e o azul escuro do mar é o diferencial. É lá que é o melhor local para se hospedar, não fique hospedado em Fortaleza. O melhor hotel é o Vila Galé, mas existe outras opções, como o Duro Beach. Uma opção intermediária, que eu recomendo é o Hotel Itaca.

Nas barracas de praia você também encontra boas opções de restaurantes.

Faça um passeio de bugue, visite a lagoa do banana, onde pode nadar e as barracas ficam dentro d’água e e a região do Cauipe (siga a antiga estrada do Pecém – é mais longe, mas o visual é bonito).

 

André

 

Lençóis Maranhenses

 

Lençóis Maranhenses
Lençóis Maranhenses

Muitos brasileiros já ouviram falar dos Lenções Maranhenses, mas poucos visitaram. Quem não visitou, não imagina o que está perdendo. É único. As chuvas na região acontecem no primeiro semestre e o melhor período para visitar é no início do segundo semestre. No final do ano, corre-se o risco das lagoas estarem secas.

A minha dica é alugar um carro em São Luís e enfrentar umas 3 horas de estrada. Um bom lugar para se hospedar é no Hotel Porto Preguiças. Um detalhe, o fundo da piscina é de areia e a água sempre muito limpa, igual nas lagoas.

Algumas empresas oferecem passeios na região dos lençóis, em jipes, mas a minha sugestão é que você alugue um jipe, com motorista. O sol na região é muito forte e o melhor é que você visite o parque, respeitando o seu tempo. Não se esqueça do chapéu. Nade nas lagoas, a água é incrivelmente limpa.

Outro passeio interessante é descer de lancha o rio Preguiças e ir até Atins. Você verá os mais diversos ecossistemas. Também aconselho que você alugue uma lancha pequena, assim você pode parar onde quiser e ficar o tempo que quiser . Nos passeios em grupo você perde esta liberdade.

Em Atins, conheça um dos hotéis da região, tome um banho de mar, tome um banho no rio e depois almoce.

Evite, mesmo com a insistência do piloto da lancha, a subir nas duas que estão às margens do rio. É cansativo e não tem nada de diferente, comparado com os lençóis. Dunas, apenas nos lençóis.

O restaurante do hotel é muito bom, mas eu encomendei para o jantar o arroz de cuxa com carne de sol. Foi o maior sucesso entre os demais hóspedes.

Outro detalhe, eu comecei a visita ao parque, depois das 3 horas da tarde e fiquei até umas 7 horas. O sol já não estava tão forte. Esta, foi outra vantagem de reservar um jipe e não comprar um passeio no hotel.

 

André

 

Opinião sobre a viagem a Cancun junho 2014: Vovô Vicente

Vista da praia e da piscina de borda infinita do The Royal Sands
Vista da praia e da piscina de borda infinita do The Royal Sands

Fomos a Cancun com a familia quase toda. A idade variava de 2 a mais de 70 anos. Posso dizer que todos nós aproveitamos o passeio e gostamos dos momentos que lá passamos. A agua tranquila do mar, a temperatura amena de julho e os atrativos vários que a cidade oferece. Fomos a Isla Mujeres, XCaret, Xel-Há, dirigimos a lancha para mergulhar e ver o fundo do mar, enfim tudo que se podia usufruir da regiáo mexicana. Pude fazer, também, o que mais gosto de fazer quando estou fora do Brasil: conhecer o povo, costumes, modo de vida, situação do país e coisas assim. E para isto temos que abandonar o que é tradicional para o turista comum. É conversar com atendentes, garcons, taxistas, gente do povo. Ler os jornais locais, fazer compras em supermercados frequentados pelos locais. Com isto enriqueço meus conhecimentos e volto com algo mais do que está em minha máquina fotográfica.

 

Vovô Vicente

 

Alugar carro, em Cancun, vale a pena?

Nós alugamos para fazer os passeios nos parques. Como foram 5 pessoas (4 adultos e uma criança) valeu muito a pena, pois pagamos U$ 65.00 dólares a diária com todos os seguros inclusos (na Alamo, no hotel, após negociação). A economia por pessoa no preço dos ingressos (sem transporte) é aproximadamente U$ 30.00 dólares. Outra vantagem foi que, como compramos os ingressos diretamente na bilheteria do Xcaret, escolhemos uma promoção, com almoço incluído, mais Xel-Há, bem mais barato do que comprando em uma agencia em Cancun.

Brincadeira que fizeram, com nosso carro, em Xel-Há
Brincadeira que fizeram, com nosso carro, em Xel-Há

Alguns cuidados, dirigindo carro alugado, em Cancun:

1) Respeite as leis de transito, pois a fiscalização é intensa, e quando te param, você corre risco de pedirem suborno. Dificilmente irão te parar e pedir suborno, se você não cometeu nenhuma infração de transito.
2) Não pare em locais proibidos, pois eles poderão levar, a placa do carro, para a delegacia, e nenhum seguro cobre a placa. Alias, se quiserem aprender sua carteira, peça para levarem a placa. Depois você vai até a delegacia e paga a multa.
3) Fiquem atentos com o combustível, pois existem poucos postos de gasolina.
4) Não aconselho ir dirigindo até Chichen Itza, pois é longe e um pouco cansativo, ainda mais se você estiver respeitando as velocidades máximas (as vezes são muito baixas). Vá com um ônibus de excursão e durma na volta.
5) No mais, é muito fácil dirigir em Cancun, nem precisa de GPS.

 

Marcio

 

Dúvidas ou Sugestões sobre Cancun

Se você tem alguma dúvida sobre Cancun, faça sua pergunta nos comentários, que tentaremos responde-la.

Caso você tenha alguma sugestão sobre Cancun, escreva nos comentários, que a divulgaremos.

 

Telma

 

Espetáculo no barco pirata do Capitão Hook (Captain Hook) em Cancun – Comentário e fotos

click, nas fotos, para ampliar

Espetáculo no navio do Capitão Hook
Espetáculo no navio do Capitão Hook

“Divertido e diferente”

Fizemos o passeio noturno. Valor 99 dólares adulto e 12 dólares a criança, incluido o jantar e bebidas a bordo.

Navio que luta contra o Capitão Hook
Navio que luta contra o Capitão Hook

Passeio próximo a orla da peninsula. Muita musica , dança e brincadeiras durante a navegação.

O Capitão Hook
O Capitão Hook
Espetáculo no navio do Capitão Hook
Espetáculo no navio do Capitão Hook
Pier do navio do Capitão Hook
Pier do navio do Capitão Hook
Navio do Capitão Hook
Navio do Capitão Hook

Fazem uma apresentação teatral, com personagens bem caracterizados e treinados. Ha malabarismos e lutas com espadas metalicas, bem realisticas! As crianças adoram! O ponto alto é, quando os dois navios se encontram, e há a luta!

Tudo bem organizado e animado!!

No navio do Capitão Hook
No navio do Capitão Hook
No navio do Capitão Hook
No navio do Capitão Hook
Pier do navio do Capitão Hook
Pier do navio do Capitão Hook

Retornamos as 22:30 hrs. Meu filho de 7 anos tambem adorou !!!

Se você também já fez, este passeio, deixe sua opinião nos comentários.

Veja o video

 

Telma

 

Nado com golfinhos na Dolphin Discovery, Isla Mujeres – Comentário e fotos

click, nas fotos, para ampliar

Dolphin Discovery
Dolphin Discovery

“Muito organizado”

O nado com golfinhos era uma de nossas metas em Cancun. Há varias opções e optamos por fazê-lo em Isla Mujeres.

Compramos na agência de nosso hotel (The Royal Cancun) e como tudo em Cancun, não foi barato: 300,00 dólares pra 1 casal e 1 criança, com o transporte e refeição.

Saímos as 11hrs e chegamos às 18 hrs, mas o horário pode ser mais flexível.
O local para o nado é super estruturado , limpo e organizado.

Compramos as fotos por 150.00 dólares com CD com 50 fotos, Pendrive e 3 fotos impressas.

O almoço é buffet variado.

Isla Mujeres
Isla Mujeres
Isla Mujeres
Isla Mujeres
Isla Mujeres
Isla Mujeres

Depois pode-se pegar o barco e ir até o centro da ilha e visitar lojinhas e praias. Alugamos um carrinho de golfe por 15 dólares a hora.

carrinho de golf na Isla Mujeres
Visitamos em junho de 2014.

Link: http://www.dolphindiscovery.com/

Se você também já fez, este passeio, deixe sua opinião nos comentários.

 

Telma